Slide background

Notícias

SIL abre agenda de treinamentos 2016 com novidades

Notícias voltar

Postada em: 24/07/2018

SIL orienta: Fique de olho no disjuntor voltar

Basta chegar o inverno para o disjuntor do chuveiro elétrico começar a desarmar, certo? Mais ou menos. Entenda o porquê e evite esse transtorno.

Os chuveiros elétricos hoje disponíveis no mercado têm basicamente dois tipos de regulagem: por meio de chave seletora com três ou quatro opções de temperatura ou por acionamento de sistema eletrônico com aumento gradual. Pois bem, como tal regulagem está diretamente ligada ao consumo elétrico do aparelho, quanto maior a temperatura, maior a corrente elétrica consumida.

Por isso, com a tendência natural de mudança na regulagem do chuveiro para mais quente e banhos mais demorados no inverno, além de elevaro consumo de energia, a ligação do chuveiro, na maior parte das vezes, por mau dimensionamento do circuito ou pela troca do chuveiro por outro mais potente, corre o risco do desarme frequente do disjuntor.

O desarme não ocorre na hora, leva um certo tempo, que diminui de acordo com o aumento da sobrecarga recebida. Assim, se a instalação não está corretamente dimensionada para o chuveiro utilizado, haverá uma sobrecarga, e como a perda mais significativa se dá quando o chuveiro está na máxima potência e em uso prolongado, fica a sensação de que o disjuntor só desarma no inverno.

E se a instalação for feita com cabos desbitolados, com menos cobre, essa condição se agrava, afinal a capacidade de corrente do produto fora de norma será bem menor, e o disjuntor "não sabe" disso. Por isso, muitas vezes o disjuntor só irá desarmar quando já estiver ocorrendo um curto-circuito.

Tecnicamente falando

Os disjuntores, mais do que necessários, são fundamentais para uma instalação elétrica segura e, por isso, têm certificação compulsória do Inmetro. Sua função é proteger os condutores elétricos contra sobrecarga e a instalação como um todo contra curto-circuito.  Sua boa qualidade resulta em operação exata e rigorosamente dentro dos tempos definidos em suas curvas de disparo. Essas curvas mostram as relações de corrente versus tempo de desarme. E, para que seja preciso, é necessário que sua fabricação contemple matérias-primas de qualidade, seu projeto seja impecável e a calibragem adequada para trabalhar corretamente no seu valor nominal.   

SIL Fios e Cabos Elétricos ® 2016 - Todos os direitos reservados
Rua Barão de Penedo, 319 - Guarulhos - SP - cep 07222-015 - SAC 0800 55 0008 - Telefax: 11-3377-3333 - sil@sil.com.br