Slide background

Notícias

SIL abre agenda de treinamentos 2016 com novidades

Notícias voltar

Postada em: 11/07/2019

Aproveite as festas juninas e julinas com segurança voltar

Enfeites, vestimentas a caráter, muita música, quitutes deliciosos e brincadeiras típicas. Chegaram as festas juninas e julinas, eventos que garantem bons momentos de diversão com família e amigos, mas que requerem muita atenção: de quem organiza e de quem só vai aproveitar.

Do lado dos organizadores, é preciso certos cuidados. Dois deles essenciais: somente profissionais qualificados podem realizar instalações elétricas e apenas a concessionária de energia está apta a conceder autorização e fazer ligação provisória para o fornecimento de energia, largamente utilizada nessas ocasiões. As famosas gambiarras não são definitivamente aceitas e podem trazer sérias consequências. Ninguém, além do profissional, poderá fazer uma análise sobre o correto dimensionamento dos componentes e sobre a execução da instalação elétrica utilizada para tais ocasiões.

Caso a festa seja feita em um local onde já tenha fornecimento de energia pela concessionária, será preciso uma avaliação de um profissional qualificado para definir a previsão de carga a ser utilizada na festa, e comparar com a capacidade de fornecimento da instalação já existente. Se a carga for maior que a capacidade de fornecimento, deve ser feita uma consulta à concessionária. Outra hipótese é buscar a redução de consumo de energia na festa. Se não houver fornecimento de energia, caso de festas em locais públicos, como ruas e praças, é necessário solicitar à concessionária uma ligação provisória para atender exclusivamente o período do evento. Essa solicitação segue protocolo específico e exige um profissional legalmente habilitado.

Com a modernização dos aparelhos, e das festas, hoje é possível encontrar os mais variados eletrodomésticos nesses espaços. A distribuição da energia elétrica na festa deve contar com a proteção de disjuntores para proteger a instalação contra sobrecarga e curto-circuito. Também recomenda-se, para ambiente externo, o uso do dispositivo DR, que protege as pessoas contra choques elétricos. Desse modo, toda barraca, por menor que seja, deve possuir disjuntor e dispositivo DR.

Além disso, os enfeites com as típicas bandeirolas, faixas e outros adereços devem ser feitos com materiais isolantes, biodegradáveis e não podem, em hipótese alguma, ser afixados próximos da fiação da rede elétrica. Barracas, palanques e palcos precisam estar instalados com distância mínima da rede aérea, definida pela concessionária.

Tome nota

- Chamar um profissional qualificado, que saberá empregar técnicas e materiais adequados;

- Condutores elétricos instalados no piso devem ser protegidos por eletrodutos ou canaletas para evitar que sejam danificados e aumente o risco dechoques elétricos e curtos-circuitos;

- O mais recomendado é que os condutores elétricos utilizados nestas aplicações tenham cobertura além da isolação. Os mais indicados são os condutores com isolação elétrica de 0,6/1 kV;

- Toda barraca, não importa o tamanho, deve possuir pelo menos um dispositivo geral de proteção contra sobrecargas e curtos circuitos (disjuntores) e choques elétricos (dispositivo DR);

- Certificar-se de que os fios estejam em bom estado ebem isolados e conectados nos pontos de conexão;

- Equipamentos elétricos devem ser instalados em locais secos e abrigados da chuva.